PHP no IIS com FastCGI: instalação e configuração

Este artigo fornece uma descrição de como instalar o PHP no IIS com FastCGI. Desta forma, você aprenderá todos os passos a instalar e configurar o FastCGI para funcionar com o PHP.

FastCGI é um protocolo regular que permite que um Servidor Web faça interface com arquivos executáveis CGI de estrutura de aplicativos. Além disso, as distribuições PHP acima de 4.4.+ do Windows suportam totalmente a extensão FastCGI. No entanto, visando tornar sua aplicação mais segura, procure utilizar as versões mais recentes do PHP.

Siga estas dicas para instalar a extensão FastCGI no IIS 7 ou IIS 8 Windows Server:

Passo 1: Integrar os Serviços de Função CGI

Para fazer isso, navegue até o Gerenciador do Servidor, clique na opção “Funções” e, em seguida, clique em Adicionar Serviços de Função.

Esta ação habilita imediatamente tanto os serviços de CGI como também FastCGI: Veja a imagem abaixo.

Passo 2: Incluir os recursos de CGIs (Para Windows 7 ou 10)

Para fazer isso, navegue no Painel de Controle do seu sistema e clique no submenu Programas e Funcionalidades. Em seguida, selecione a opção “Habilitar/desabilitar recursos do Windows”. Note que fazendo isso, você habilita os serviços do FastCGI e também o CGI.

Passo 3: Faça o download do PHP e instale-o no seu sistema

Quando terminar a configuração das funcionalidades, faça um download do PHP mais atual da versão 7.+. Entretanto, ao fazer o download, certifique-se de selecionar o arquivo ZIP com a tag VC11 x86 Non Thread Safe.

Passo 4: Extraia o conteúdo dos arquivos PHP

Após realizar o download, extraia o conteúdo dos arquivos PHP para qualquer um de seus servidores. Então, duplique os arquivos php.ini-production fazendo outra cópia que você nomeia php.ini. Depois, abra esse segundo arquivo,php.ini e complete os parâmetros abaixo, configurando-o. Assim, com todos os parâmetros estão lá, tudo o que você precisa fazer é localizá-lo, apagar os recuos (“””) e finalmente garantir que os valores sejam alterados. Por fim, você deve ter o cuidado de notar que as opções mostradas não são mais de uma no arquivo (php.ini).

Memory limit = 256M
post max size = 128M
extensiondir = "C:PHPext"
upload_tmp_dir = "C:PHPupload"
upload_max_filesize = 128M
max_execution_time = 600
max_input_time = 600
max_input_vars = 2000
cgi.force_redirect = 0
cgi.fix_pathinfo = 1
fastcgi.impersonate = 1
extension=php_curl.dll
extension=php_mbstring.dll
extension=php_exif.dll
extension=php_gd2.dll
extension=php_ldap.dll
extension=php_mysqli.dll
session.save_path = "C:PHPsession"
session.use_cookies = 1

Passo 5: Carregar as extensões

Ao carregar suas extensões, certifique-se de que elas seguem a ordem na caixa destacada acima. Ademais, note também que "php_mbstring.dll" deve ser carregada antes da "php_exif.dll". Então, siga esta ordem ao carregar as extensões:

Criar Subdiretórios

Crie dois subdiretórios chamados “session” e “upload” no diretório do C:PHP. Todavia, não é obrigatório usar esses nomes, mas apenas assegure-se de que eles sejam compatíveis com a sessão. save_path e upload_tmp_dir são parâmetros que você configura dentro do php.ini.

Configurar o Timezone

Assegure-se de configurar no php.ini, o parâmetro date.timezone. Abaixo está um pequeno exemplo. Portanto, certifique-se de que a cidade escolhida é a cidade em que você fica ou uma do mesmo fuso horário que a sua. Veja a lista com os possíveis valores de data.timezone nos site oficial do PHP.net.

date.timezone = "America/Sao_Paolo" (América/Nova_Temporada)

Salve o arquivo

Quando você tiver certeza de que fez isso, então salve o arquivo “.ini”.

Passo 6: Execute o PHP através da linha de comando

A fim de verificar se a instalação do PHP foi bem sucedida, então execute imediatamente a linha de comando conforme abaixo:

C:PHP>php -i

Se o PHP não funcionar

O compilador para Visual Studio 2008 é usado para compilar as Versões VC9 e sua estabilidade e desempenho foram melhorados. Desta forma, você deve instalar o Microsoft 2008 C++ Runtime (x64) ou o Microsoft 2008 C++ Runtime (x86) para as versões do VC9. Entretanto, em situações em que o PHP não pode iniciar, o download de uma versão antiga do Windows com as extensões listadas acima pode ser uma necessidade para você.

Passo 7: Configurar o IIS para tratar de requisições PHP

Adicione um mapeamento do manipulador que diz ao IIS para transferir através do Protocolo FastCGI, solicitações particulares para o Framework da aplicação PHP são vitais para permitir que aplicações PHP sejam hospedadas pelo IIS 7. Então, você pode usar o IIS Manager ou a linha de comando para fazer isso.

Passo 8: Configure o IIS 7 para tratar as requisições PHP através do IIS Manager

A fim de utilizar o IIS Manager, certifique-se de seguir cuidadosamente os passos abaixo.

Mapeamentos de Manipuladores Abertos

Entre no IIS Manager no nível do servidor onde você verá um menu, o clique no sub-menu Handler Mappings.

Faça a configuração

Escolha a tag de ação Add Module Mapping (Adicionar Mapeamento de Módulos), e identifique as configurações como na imagem abaixo.

Este é o formato no preenchimento dos dados:

  • Solicitar caminho: *.php
  • Módulo: FastCgiModule
  • Executável: "C:PHPphp-cgi.exe"
  • Nome: PHP via FastCGI
php no iis com fastcgi

Você deve notar que se você não vê no espaço de módulos, “FastCgiModule” menu suspenso, isso implica que o módulo não foi ativado ou registrado. Sendo assim, para confirmar que o módulo FastCGI foi registrado, acesse o arquivo de configuração do IIS %WINDIR%windowssystem32configapplicationHost.config e confirme que a linha também está na seção do arquivo <globalmodules> .

<add name="FastCgiModule" image="%windir%System32inetsrviisfcgi.dll" />

Além disso, nesse mesmo arquivo, confirme que a seção <modules> tem o módulo FastCGI adicionado a ele como destacado abaixo.

<add name="FastCgiModule" />

Então, responda “Yes” ao menu pop-up, para confirmar, conforme indicado abaixo:

Passo 9: Definir uma configuração FastCGI para um desempenho ideal

Certifique-se de ter instalado em seu servidor, o IIS 7 Administration Pack. Porém, caso não instale, você não será capaz de ver para configurar o FastCGI.

Passo 10: Configurar um documento padrão no IIS

O index.php é um arquivo usado como o documento padrão da aplicação da maioria das aplicações em PHP. Então, você deve manusear o arquivo como página de conteúdo para o padrão, configurando o IIS com os seguintes passos abaixo:

Abra o Documento Padrão

No primeiro nível do servidor, clique no Documento Padrão com o botão direito e, em seguida, clique em Abrir Recurso. Ademais, você também pode fazer com um duplo clique ou executar a mesma ação no menu lateral.

Clique em Adicionar e preencha o campo com index.php – como mostra a imagem abaixo.

Passo 11: Teste o PHP CGI

Então, para que todas as alterações que você fez se apliquem completamente, tente reiniciar o servidor IIS.

Por fim, após a extensão FastCGI ter sido instalada, você será capaz de disponibilizar facilmente sua aplicação PHP no IIS.

Nós cobrimos tudo o que você precisa para instalar o PHP no IIS com FastCGI. Desta forma, você já deve realizar confortavelmente as operações por conta própria se você seguiu cuidadosamente os passos. No entanto, se você ainda estiver enfrentando problemas, estamos aqui para ajudá-lo!

* Traduzido e adaptado de hostadvice.com.


Cursos

O curso de PHP Orientado a Objetos vai abordar três módulos que irão lhe ensinar o passo a passo do PHP Orientado a Objetos. Além disso, você vai aprender e como criar a estrutura de um sistema do zero, utilizando o padrão de desenvolvimento MVC: Model, View e Controller.

O curso começa com uma introdução à Programação Orientada a Objetos e como é feita a configuração do seu computador para o PHP.

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese
%d blogueiros gostam disto: